Notícia

A manipulação direcionada das ondas cerebrais melhora o desempenho da memória

A manipulação direcionada das ondas cerebrais melhora o desempenho da memória


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O ritmo das ondas cerebrais afeta a memória

De acordo com os resultados da pesquisa mais recente, a ritmos direcionada das ondas cerebrais (oscilações cerebrais) pode ajudar a melhorar a memória das pessoas. Isso pode ser a chave para tratar doenças como a doença de Alzheimer.

No atual estudo conjunto da Universidade de Birmingham, do Emory University Hospital em Atlanta e da Ruhr University Bochum, verificou-se que uma influência direcionada nas oscilações na atividade cerebral pode aumentar a capacidade do cérebro de se lembrar. Os resultados do estudo foram publicados na revista em língua inglesa "Trends in Neurosciences".

O que causa uma ritmização das oscilações cerebrais

Oscilações na atividade cerebral ocorrem em processos neuronais relevantes, por exemplo, para a memória. Abordagens para influenciar as ondas cerebrais visam melhorar a memória. Uma revisão de pesquisas no campo mostrou agora que o desempenho da memória pode ser melhorado pela estimulação ou arrastamento do nervo rítmico usando uma variedade de técnicas invasivas e não invasivas. O desempenho da memória pode ser modulado pela estimulação neuronal rítmica. Isso é tão simples como se uma luz tremulasse em um certo ritmo, que é seguido por células nervosas no cérebro, relatam os autores do estudo.

Mais pesquisas são necessárias

Mais pesquisas nessa área serão necessárias, mas já parece claro que essa manipulação do ritmo cerebral é uma ferramenta promissora para melhorar a memória, tanto para pessoas saudáveis ​​quanto para pacientes que sofrem de doenças como a doença de Alzheimer, explicar os pesquisadores. As ondas cerebrais podem ser controladas de maneiras diferentes. Eles podem ser modulados com som e imagens, bem como vibrações elétricas e eletromagnéticas não invasivas. As oscilações neurais também podem ser controladas por estimulação cerebral profunda.

As vibrações cerebrais têm um efeito indireto na memória

Os pesquisadores descobriram que as vibrações cerebrais agem sobre certos mecanismos neuronais que influenciam a formação, manutenção, consolidação e restauração de memórias. Investigar como esses mecanismos são afetados pelas oscilações cerebrais será crucial para o desenvolvimento de terapias eficazes para distúrbios da memória, explicam os pesquisadores.

Ainda existem algumas perguntas a serem respondidas nesta área

O estudo também levanta uma série de questões-chave que os neurocientistas precisam resolver com urgência. Por exemplo, surge a pergunta sobre qual potencial terapêutico o tratamento tem, como diferentes abordagens de estimulação influenciam a memória em testes com estímulos como filmes, realidade aumentada e realidade virtual, quais mecanismos neuronais são afetados pelas vibrações cerebrais em diferentes faixas de frequência e como eles afetam a educação e a educação. afetar a recuperação de memórias? (Como)

Informação do autor e fonte



Vídeo: Fisiologia - Ondas cerebrais (Dezembro 2022).