Notícia

Mães mais velhas têm filhos menos férteis

Mães mais velhas têm filhos menos férteis


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

Menor aptidão evolutiva dos filhos de mães mais velhas

Os filhos de mães mais velhas são menos férteis. Um possível mecanismo evolutivo foi agora identificado como a causa disso.

Um recente estudo conjunto da Instituição Oceanográfica Woods Hole e da Universidade de Amsterdã examinou por que os filhos de mães mais velhas reduziram a fertilidade. Os resultados foram publicados na revista de língua inglesa "Proceedings of the National Academy of Sciences"

Estudos sobre rotíferos realizados

O novo estudo usou rotíferos (invertebrados microscópicos) para estudar a fertilidade dos filhos de mães mais velhas em vários ambientes reais e simulados. Os pesquisadores observaram que efeitos negativos sobre a fertilidade ocorrem nos filhos de mães mais velhas. Portanto, isso foi reduzido significativamente em todos os ambientes examinados. Os filhos das barragens mais antigas muitas vezes não eram tão saudáveis ​​ou não viveram tanto tempo.

Este estudo é único, pois combina dados de laboratório de pesquisas anteriores com modelos matemáticos para resolver uma questão de longa data no desenvolvimento do envelhecimento. A seleção natural deve realmente separar os filhos menos aptos das mães mais velhas. Então, por que existe o fenômeno de que os filhos de mães mais velhas têm uma desvantagem evolutiva em tantas espécies?

A pressão de seleção diminui com a idade da mãe

Para esclarecer esse problema, o grupo de pesquisa criou modelos matemáticos que possibilitaram, pela primeira vez, calcular a força da pressão de seleção natural sobre a sobrevivência e a fertilidade das populações descendentes em função da idade das mães. Verificou-se que essa pressão de seleção diminui com a idade das mães.

A diminuição da pressão de seleção leva a um menor número de filhos?

Como a pressão de seleção diminui com o aumento da idade das mães, pode não ser forte o suficiente para remover esses filhotes menos adequados da população, suspeitam os pesquisadores. Por esse motivo, o efeito materno da senescência (alterações físicas causadas pelo envelhecimento) continuará e continuará a se desenvolver na população, mesmo que leve à redução da aptidão física, disseram os pesquisadores.

Os resultados permitem pesquisas adicionais

Os modelos desenvolvidos pela equipe podem ser aplicados a uma ampla gama de espécies para avaliar os efeitos do envelhecimento materno na prole. Enquanto houver dados experimentais sobre a vida útil e a fertilidade dos filhos de mães de diferentes idades, o efeito em muitos organismos poderá ser investigado, enfatizam os pesquisadores. Isso agora permite um amplo espectro de novas investigações. (Como)

Informação do autor e fonte

Este texto corresponde às especificações da literatura médica, diretrizes médicas e estudos atuais e foi verificado por médicos.

Inchar:

  • Christina M. Hernández, Silke F. van Daalen, Hal Caswell, Michael G. Neubert, Kristin E. Gribble: Uma análise demográfica e evolutiva da senescência do efeito materno, em Proceedings of the National Academy of Sciences (publicado em 29 de maio de 2020), Proceedings da Academia Nacional de Ciências



Vídeo: Zezé Di Camargo u0026 Luciano - Meu País Ao Vivo (Dezembro 2022).